Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

Emmett Till


Este era Emmett Till. Em Agosto de 1955, Emmett tinha 14 anos e estava a passar uma temporada com parentes numa terreola do Mississipi chamada Money (!), longe da Chicago onde vivia.


Num desses dias, Emmett assobiou a Carolyn Bryant, uma lojista branca de 21 anos. Algumas versões dizem que ele teria sido demasiado licencioso com ela, outras dizem que não. Três dias depois, a meio da noite, Emmett foi arrancado da cama na cabana do seu tio-avô e raptado. O seu corpo seria encontrado por pescadores no rio Tallahatchie. Tinha a cara completamente amassada, a cabeça baleada e, atada ao pescoço com arame farpado, uma grelha de descaroçador de algodão (que penso ser a tradução mais correcta de "cotton gin fan") com cerca de 35 quilos, de modo a não flutuar.

Seriam constituídos arguidos Roy Bryant, marido da lojista, e o seu meio-irmão J. W. Milam. Provou-se que a grelha que tinha sido atada ao pescoço de Emmett era do celeiro deste último. Várias testemunhas afirmaram terem visto os arguidos com a vítima. No entanto, um júri constituído apenas por homens brancos oriundos do distrito natal dos mesmos ilibá-los-ia depois de uns meros 67 minutos de deliberação. Um ano depois, por 4000 dólares, tanto Bryant como Milam confessariam o homicídio à revista Look. Nenhuma consequência lhes veio daí, pois uma vez inocentados, não podiam voltar a ser julgados.

A diferença deste para com todos os outros homicídios de negros no Sul dos Estados Unidos foi a de a mãe de Emmett, Mamie Till-Mobley, ter insistido em fazer o funeral com o caixão aberto. E o que então toda a gente viu foi isto.



Esta fotografia de um corpo desfigurado tornar-se-ia a partir de então um ícone fundador do Movimento pelos Direitos Cívicos. A própria Rosa Parks, que apenas três meses depois do julgamento recusaria dar o seu lugar no autocarro a um branco (o que levaria à declaração pelo Supremo Tribunal da inconstitucionalidade da segregação nos transportes públicos), teria mesmo dito a Mobley que, nesse dia, pensava em Emmett acima de tudo.

Ora bem, o processo do homicídio de Emmett Till vai ser reaberto. Ao que parece, um documentário desenterrou nova informação que leva a concluir que pelo menos mais uma pessoa estaria envolvida no crime. E essa pessoa, ao que parece, ainda está viva e pode ser chamada ao tribunal.

Esta notícia deixa-me indeciso. O que é mais importante afirmar: o natural esgotamento do efeito útil de uma possivel sentença ou o castigo da atroz impunidade que paira há meio século sobre este caso? Nem questiono a escolha entre o Direito e a Justiça. Parece-me que a questão aqui é mesmo a de saber o que é justo. Opiniões?

Para saber mais:

- A morte de Emmett Till:http://afroamhistory.about.com/library/weekly/aa021703a.htm; http://www.bobdylanroots.com/till.html.
- A entrevista aos homicidas:http://www.pbs.org/wgbh/amex/till/sfeature/sf%5Flook%5Fconfession.html.
- A reabertura do processo: http://www.boston.com/news/globe/editorial_opinion/editorials/articles/2004/05/19/in_memory_of_emmett_till/; http://www.chron.com/cs/CDA/ssistory.mpl/editorial/2575621.

1 Comentários:

Blogger manon disse...

gostaria q auguem com competencia maior q a minha falasse sobre a pena de morte para politicos corruptos, e sobre o medo q eles teem de falar sobre o assunto q pode acabar com a "arca d tesouro",
nosso pais q é riscado do mapa do mundo para ir para as contas de poucos, junto com estes roubos politicos vao nossa segurança, a segurança de turistas, o medo de investimento em nosso pais, nossa cultura e de nossos filhos, nossa imfra estrutura...
abolir a pena de morte é importante, mas é a unica maneira de curar esta doença chamada politica

5:28:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009