Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

"morangos com açúcar" pensar 7

(...)
assim como a repetitividade das histórias se repete (juntamente com as meninas despidas), também existe o factor surpresa k os autores introduzem em cada episódio, seja ele uma nova modalidade desportiva a ser adoptada pelos adolescentes, seja a conscializaçao pa algum dos problemas k atinge a juventude (droga, gravidez na adolescencia, marginalidade), e lhes tenta incentivar a uma forma de vida saudável e irreverente
(...)
também há que compreender que são estas séries que os jovens vêem assiduamente k podem fazer alguma diferença nas suas mentes tão facilmente influenciáveis, é aqui k esta série é enriquecedora além de muitas vezes prender os jovens ao ecrã.., com a sua influencia mais k grande tenta mudar a mente de muitos jovens k diariamente observam.
A mojita não se identifica para além do nickname no comentário que fez a um post antigo. A primeira pergunta que me surgiu foi: merecem os Morangos com Açúcar uma defesa moral? Mas depois pensei: há algo errado. Eu, que não sou de maneira nenhuma uma pessoa velha e que ainda tenho a adolescência ali ao lado, fiquei estupefacto com a vontade para o conformismo que emana das palavras desta rapariga. Como pode ela achar que "a introdução de uma modalidade desportiva" é uma surpresa numa narrativa? E, foda-se, viesse alguém espetar-me uma merda que me incentivasse a "uma forma de vida saudável e irreverente" quando eu tinha quinze anos e ia para casa de carrinho! Os problemas que atingem a juventude não são a droga, a gravidez na adolescência e a marginalidade. São as "mojitas" que vêm alardear o seu pensar igual, que falam por todos quando não deviam falar por ninguém, incluindo elas próprias.  Tu, mojita, podes ter bocejado uma opinião enquanto te escondias por detrás de um nome, mas eu não preciso de te descobrir para saber quem és. Conheci várias como tu. A algumas, a infecção do pensamento vinha-lhes da catequese, a outras vinha-lhes da Globo, mas ia tudo dar ao mesmo - e o mesmo foi quase invariavelmente casar cedo, emprenhar mais cedo ainda e tentar encontrar a felicidade no sorriso a um marido cervejófilo. Os Morangos com Açúcar, esse divertimento inane de fim de tarde,  são a tua missa Maná. O teu comentário faz tanto sentido como uma Jihad pela pastilha elástica. Os Morangos com Açúcar  são uma patetice, não querem ser mais do que isso, e eu só não digo que a juventude está perdida porque sei que não falas por ela. A tua mente quer aprender o Bem e o Mal em anúncios publicitários e aplicar-se em escolher acertadamente quem deve contentar. És uma história antiga, mojita, vista, revista e sem interesse. E o pior é que os Morangos com Açúcar têm bem menos a ver com isso do que julgas.

7 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

amigo monção:quer dizer que uma jihad pela pastilha elástica não tem valor mas um outro tipo de jihad já terá???
hum...um dhimmi ou mero lapso?!
J.

12:40:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

coitada da mojita... levou uma corrida em pelo.

Eu dou aulas a jovens dos morangos, e este post é o que não tenho coragem para lhes dizer directamente...

Não possuem referentes nenhums senão a conversa mole das televisões. Tudo o que dizem de elevado, podia estar num daqueles penduricalhos brasileiros dos centros comerciais, ou numa rifa. Para eles, estar bem no mundo é que tudo seja fixe (basta ser fixe pa tar ok); são incapazes de pensar sobre um assunto de forma crítica.

Agora, de quem é a culpa? Isto se houver culpas a atribuir a alguém.

Eu acho que é do ensino básico. As actividades dos miúdos são estúpidas, não estimulam o miolo e os planos de actividades estão carregadinhos das parvoíces dos dias mundias disto e daquilo. É tudo tipo desenho animado.

E acho também que a maior culpa (subliminar) é do marketing e da publicidade, que vende um estilo de vida estúpido, global, sem passado, e sem futuro. É o já. É o "now"!

7:11:00 da tarde  
Anonymous dmsr disse...

"De quem é a culpa?" é uma pergunta cuja resposta pode dar varias teses de doutoramento, não haverá certamente um único culpado, é o problema social, começando no governo, que pouco o nada faz, passando pela gula insaciável de audiências da comunicação social, que cada vez me repulsa mais, e acabando nos pais. Ou melhor, a sua ausência e a sua incapacidade de lidar com os filhos e com os seus problemas.

A "Má educação" é um dos problemas mais sérios que a nossa sociedade enfrenta e enfrentará por muito tempo. Por estes "moranguinhos" são o amanhã...

7:30:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

"começando no governo". ... Esta também é típica. O que deve fazer o governo? PROIBIR? FORMATAR? Ou essa é uma responsabilidade que em democracia passa para a sociedade civil?

7:38:00 da tarde  
Anonymous dmsr disse...

O que deve fazer o governo??
Será que o(s) governo(s) não têm a sua parte da culpa?
podia estar a noite toda nomeando defeitos e erros básicos nos programas escolares, na falta de actividades extra-escolares, na falta de infraestruturas desportivas (por exemplo..), pior, na falta de apoio a quem por ele quer crear essas condições (posso dar um par de exemplos que conheço directamente), enfim.. não se trata de apontar o dedo ao governo por ser um caminho fácil. A questão é que, na minha modesta opinião, há um longo caminho que percorrer, e todos, especialmente o(s) governo(s) têm de assumi-lo.

10:58:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Sem dúvida, há defeitos nos programas; e o Ministério da Educação é um monstro acéfalo - mas que eu saiba o projecto educativo de cada escola depende da criatividade dos concelhos directivos. a criatividade, neles, é nula. Seja como for, o problema excede em muito o âmbito das escolas - acho eu.

(anónimo das 7:38)

11:35:00 da tarde  
Anonymous pataphsico_azul disse...

Eu peço desculpa, mas acho que é mais que óbvio que a culpa é do mordomo!

5:10:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009