Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

papa bento

Aquele que, enquanto prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, disse que “as relações homossexuais são grave depravação e intrinsecamente desordenadas, não podendo em caso algum receber qualquer aprovação” e "a igreja classifica os casamentos homossexuais como imorais, artificiais e nocivos. Fazem parte da ideologia do mal. Se todos os fiéis são obrigados a opor-se ao reconhecimento legal das uniões homossexuais, os políticos católicos são-no de modo especial, na linha da responsabilidade que lhes é própria” quer agora, enquanto Papa, proibir o acesso dos homossexuais ao sacerdócio. Claro. É o avô que os jovens católicos saúdam em peregrinações à sua Meca romana. É o exercício do prelado de tolerância que se anunciava.

5 Comentários:

Blogger Passarinha disse...

Jorge, n podes ser tão pessimista, ok? o mundo n é só dor e sofrimento, às vezes temos de relaxar!!! N queres vir a Ibiza no carnaval? Aquilo é memo giruuuu!

beijs

12:43:00 da manhã  
Blogger Marco Mendes Velho disse...

Qual dos três, jovem? Católico desiludido? Homossexual em vias de definição? Ou ex-seminarista abusado?

2:18:00 da manhã  
Blogger Marco Mendes Velho disse...

Ah... Esqueci-me de dizer. Tens uma resposta ao teu liberalismo todo e à tua revolta em http://www.prestes-joao.blogspot.com

4:25:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Ó Jorge não adianta explicar as coisas a gajos que são burros por natureza. Não adianta. Esses gajos até podem saber utilizar alguns truques de argumentação. Não é preciso muito basta ler o Expresso e frequentar alguma universidade que mais reles que seja. O que os gajos se esquecem é que a Igreja Católica é uma instiuição que apenas segue os seus instintos de sobrevivência num mundo que não compreende. Agarrados ao preto das palavras e da teatralidade do culto não conseguem sair do circulo. São tão calculistas como os partidos políticos sempre com medo de avançar porque não sabem que era melhor seguir o amor do que o calculismo de ver perder gentinha da laia conservadora muito semelhante aos gajos que te criticaram. A igreja não sabe do amor porque o amor exige progresso, tolerância e sobretudo não ter medo. E o que constato é que a Igreja vive e sempre viverá no medo quando poderia viver no amor. Não sei por quanto tempo... Como esses gajos tem umpoder de argumentação estafado afirmo que sou católico participante no templo e na vida real.

http://casa-de-meninas.blogspot.com

4:51:00 da tarde  
Blogger Cecília disse...

Pelo que ficou dito, podemos concluir que a Igreja admite para seminaristas homens que sejam heterosexuais, não é? Esqueceram-se de um pormenor de pouca importância - não há mulheres no seminário!!!!
Não seria melhor pedirem castrados?
Um abraço.

1:57:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009