Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

os downloads

O Tino_de_Rans escreve sobre downloads ilegais:
Outra solução que aponto, e esta mais polémica, é criar uma taxa como existe para a televisão e lixo, desta vez na factura do ISP que reverteria a favor das associações de direitos de autor, tornando assim legais os downloads.
É uma excelente solução (eu próprio já a mencionei aqui), mas o nosso mundo é imperfeito: são as editoras que, em geral, têm mais a perder com os downloads - as editoras recebem pelos discos vendidos, os artistas pelas transmissões em meios de comunicação e concertos; os downloads, ao diminuirem a venda de discos, prejudicam mais as editoras do que os artistas - e, por isso mesmo, isto é mais uma batalha comercial do que autoral...

4 Comentários:

Blogger Mário Almeida disse...

agora fiquei na dúvida -
os aristas não recebem royaltis (penso que é assim o nome) pelo discos vendidos ?

5:00:00 da manhã  
Blogger Mário Almeida disse...

por outro lado, se é mais ou menos seguro afirmar que quem tem electricidade tem em 99,999% dos casos televisão, nem todas as pessoas fazem downloads ilegais.
a percentagem será pequena, mas o suficiente para se poder dizer que estaria o justo a pagar pelo pecador.

de qualquer das maneiras, seria um possível caminho, não fosse a industria estar cega à mudança dos tempos

5:03:00 da manhã  
Blogger JSA disse...

uma alternativa diferente, existente na Holanda e, creio, Bélgica e Alemanha, está num imposto sobre os sistemas de gravação digital. Assim, ao se domprar um CDR/RW ou um DVDR/RW está-se a pagar uma taxa extra para compensar (aqui é que não sei quem, se os autores se as editoras) pela partilha de ficheiros.

É uma solução imperfeita (como todas), mas que tem um condão de colocar o pagamento nas mãos dos consumidores. Claro que não chega a todo o lado (bibliotecas em discos externos, no disco rígido do computador ou de iPods), mas ainda vai compensando alguma coisa.

9:42:00 da manhã  
Anonymous jorge disse...

isso também nós temos, é a chamada indemnização pela cópia privada. O desafio é, precisamente, adaptar esse sistema à realidade da Internet.

1:04:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009