Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

os limites

A este post do Tiago Barbosa Ribeiro
SANGUE E TOUROS. A 14 de Agosto de 1936, as forças franquistas tomaram Badajoz. Nos dias seguintes, os republicanos que lá se encontravam foram executados em massa na Praça de Touros da cidade. Uma das mais bárbaras guerras civis do século XX começava verdadeiramente ali. Na arena.
fiz o seguinte comentário
Mas mataram-nos a pé ou a cavalo?
o que, pelo que vejo, mereceu já que uma leitora considerasse o comentário infeliz. Gostava de conhecer mais opiniões: é legítimo ou não fazer humor com um acontecimento trágico que aconteceu há 70 anos? E deixem-me rematar com uma piada do Andy Borowitz:
Speaking before an audience of thousands at the Nuremberg Rally of 1936, Hitler departed from his prepared text to share one of his favorite jokes. “A patient complaining of a sore throat goes to see a doctor,” Hitler began. “After examining him, the doctor says, ‘Your tonsils have to come out.’ The patient says, ‘I want a second opinion.’ So the doctor says, ‘O.K.—you’re also of an inferior race.’ ”
Para ajudar a pensar: estava consciente de que o tom do comentário não era o mesmo do blog do Tiago, mas achei que o comentário se impunha e, por isso mesmo, dirigi-me directamente ao autor no final; Borowitz é judeu; qual foi a sua posição durante a crise das caricaturas de Maomé?

6 Comentários:

Blogger Francisco Curate disse...

És um insensível, ó Nande! e eu, que me estou a rir aqui sozinho, também devo ser...

4:48:00 da tarde  
Blogger João Campos disse...

Para mim, é legítimo fazer humor com um acontecimento trágico que tenha acontecido ontem, quanto mais há 70 anos.

6:29:00 da tarde  
Anonymous TBR disse...

É legítimo, pois claro.

--
TBR

6:54:00 da tarde  
Blogger St. J. disse...

Se o mundo fosse asséptico não havia ódios, paixões, sentimentos, crimes nem punições. Além de vivermos com tudo isso, a realidade ultrapassa facilmente a ficção e o humor de uns pode ferir a dignidade de outros. Entre a liberdade de expressão e o respeito por terceiros haverá uma medida de bom senso. A experiência da vida ajuda a compreender melhor o mundo. Um camarada meu, já jubilado, dizia que fazer uma reportagem no Ruanda ajudaria muita gente a compreender a vida

1:36:00 da manhã  
Blogger Rita Dantas disse...

É legítimo fazer humor ponto.

4:23:00 da tarde  
Blogger AG disse...

É tão legítimo o humor, quanto a piada, tal como a consequente indignação.

9:38:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009