Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

meanings of life

Há uns anos, um amigo meu, que tinha acabado o curso e regressado à terra natal, escreveu um texto que foi popular entre a malta da Secção de Jornalismo da AAC de então. Ele dizia qualquer coisa parecida com o aperto na garganta ser tamanho que não conseguiu evitar parar em cada estação de serviço até Setúbal para chorar um pouco. Na altura, ri-me. Hoje, já não o faço. Não terei chorado tanto como ele, mas, ainda assim, compreendo-o melhor.

A tristeza e o sentimento de perda ao sair de Coimbra não têm nada a ver com os lugares-comuns dos fados e das serenatas (para os quais, aliás, nunca tive grande paciência). Percebo hoje que eles até têm muito pouco a ver com Coimbra propriamente dita e muito mais a ver comigo. Eu morro um pouco para mim, porque, ao sair de Coimbra, saio fisicamente do sítio onde eu já fui outro - e, principalmente, onde esse outro foi pela primeira vez eu sozinho. A pessoa que sou não é a mesma de então, mas, até agora, podia-me iludir, porque a estabilidade do espaço criava uma ficção do eu que vivia na memória. Portanto, eu era ainda, um pouco, o outro. Agora, sou-o menos. Ao desaparecer o sítio onde fui algo, perco-me também do algo que fui.

Por outro lado, o meu horizonte mudou. Ao deixar a Advocacia para trás, uma actividade que não me dava nem gozo nem proveito, tive de sair do conforto de uma não-escolha. Isso também custa. É fodido ser livre.

7 Comentários:

Blogger marta disse...

Fico triste com a ida. A vossa e a minha, de um sítio (onde dizes - e com toda a razão - que fomos outros e sós pela primeira vez.
É o fim de um ciclo que se fecha, o fim de um tempo em que fomos aprendendo a ser crescidos. E, nesta cidade, aprendêmo-lo em conjunto, entre amigos.
Acho que sinto o meu coração a contorcer-se cada vez que penso nestes tempos que vêm, nos tempos que foram, naqueles que partem e nos que ficam... mas no fundo, aqueles que importam ficam sempre cá dentro...
beijinhos amigo! Vou sentir a vossa falta

11:27:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Queria dizer-te muitas coisas,mas não sei escrever bonito como tu. Só duas coisinhas:
1)Liberdade é sinónimo de responsabilidade
2)Um barco sem amarras pode ficar à deriva.

7:27:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

..."Por outro lado, o meu horizonte mudou. Ao deixar a Advocacia para trás, uma actividade que não me dava nem gozo nem proveito, tive de sair do conforto de uma não-escolha. Isso também custa. É fodido ser livre."...

Será a vida assim tão fácil como parece fácil dizer que é fodido ser livre !? É possivel,fácil para uns e dificil para outros principalmente para os que não tem escolha possivel.Por vezes o conforto das "não-escolhas" é o caminho possivel nesta dificil escolha de viver com os outros....

7:53:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

o meu coracao explodiu ao ler que deixaste a puta da advocacia... o caminho esta aberto e o mundo e um cantinho cheio para ser sentido e escrito...
abraco-te cedo!!!
c***

10:33:00 da tarde  
Anonymous João Ferreira Dias disse...

adorei o blogue, vai já para os meus links.

9:41:00 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Um grande abraço de chão Papel!
Como te compreendo...
Voltarei para Coimbra no Natal... Entretanto vou lá voltando muitas vezes. Por tudo...

4:10:00 da manhã  
Blogger homesick.alien disse...

coimbra, cidade mãe...o fim é um parto doloroso mas é também o começo doutra estória.

4:00:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009