Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

o comediante

Quem viu o espectáculo de ontem pôde comprovar que, com 30 anos de carreira, o talento cómico do Herman atingiu uma mestria sem par. Como qualquer grande comediante, o Herman conhece tão bem o seu material que se pode dar ao luxo de improvisar a continuidade do espectáculo, de ir para um lado ou para o outro, de escolher fazer esta ou aquela piada no momento (introduzindo uma fixação pessoal, o modus faciendi de Bill Hicks era semelhante: leiam o Love All the People e comprovem). Não é por acaso que o gosto musical dele vai tanto para o jazz. Ainda por cima, o entrosamento entre o Herman e a orquestra de Pedro Duarte lembra o quarteto do Coltrane ou a selecção francesa do Euro-2000, parece que se adivinham uns aos outros.

Há quem diga que o que Herman faz não é propriamente stand-up. Bem, neste caso, ainda bem. O Herman faz um monólogo em tom de liberdade, conseguindo ser cómico sem ter de se encostar ao ritmo set-up/punchline ou, pelo menos, sabendo disfarçá-lo, o que só e indicativo de que o usa bem. Consegue-o porque a sua persona é fortíssima e o público já se sente muito confortável com ela. Como sabe esconder a estrutura do espectáculo, Herman pode ser natural e fluido e essa é a principal força do espectáculo dele, permitindo uma proximidade sem par com o público, que só é fortalecida pelo permanente tom de confidência. As pessoas saíram do Tivoli como de um jantar com um parente famoso e divertido, que desabafa o que não diria alto em mais lado nenhum, e o Herman saiu a dizer "Gostaram? Isto dá para tudo". É verdade e é por isso que o Herman mostrou porque é que é - ainda - um dos maiores homens do espectáculo portugueses. E, seguramente, o maior comediante.

0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009