Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

sobre cinema

O João André apanhou-me. A este não resisto.

1. Qual o último filme que viste no cinema?
Foi ontem, o "Adeus, Dragon Inn", um filme belíssimo para cinéfilos (reparem no "para cinéfilos...); ainda vi outro, à noite, mas não foi no cinema e era um Hitchock menor, por isso não falo dele;

2. Qual a tua sessão preferida?
Gosto da da meia-noite, se bem que não me incomoda nada o início da tarde. Para ir ao final da tarde, normalmente faz-me falta uma sestazinha antes;

3. Qual o primeiro filme que te fascinou?
Sei lá; o fascínio não foi sempre o mesmo. Indiana Jones, Regresso ao Futuro, E.T, Disney, Chaplin (não só o Charlot, mas também o "Luzes da Ribalta", com o meu avô a dizer-me que o tinha visto em Lisboa quando era novo), Yellow Submarine, isso tudo fascinava-me quando era miúdo. Mais tarde, o "Talk Radio" do Oliver Stone (deve ser a casssete mais gasta lá em casa). A porca torceu o rabo mesmo a sério com o "Faces" do Cassavetes e o "À bout de souffle" do Godard, e nunca mais o destorceu depois do "Le Mépris".

4. Para que filme gostarias de te ver transportado(a)?
Sempre quis ser um Caça-Fantasmas e andar por aí com o equivalente a uma bomba de neutrões nas costas... Mas, a bem dizer, uma pessoa entra sempre nos filmes que vê - não é, afinal, por isso que se vai ao cinema?

5. E já agora, qual a personagem de filme que terias gostado de conhecer um dia?
O Paul Benjamin de "Smoke".

6. E que actor(actriz)/realizador(a)/argumentista/produtor(a) gostarias de convidar para jantar?
Organizava um piquenique com o Fellini (para animar), o Hitchock (para cozinhar), a Cate Blanchett (para olhar) e a Claudia Cardinale do "8 e meio" (para me lembrar de que sou mortal). De resto, convidava os amigos todos e trazia a banda do início d' "O Padrinho 2" para animar as hostes. Havia de ser uma festarola.

E a quem vou passar isto? Ao próprio João André, para que não julgue que isto é chegar aqui e lá vai bala; ao João Vaz, que anda lá pelas Bruxelas desta vida; ao Raúl, para compensar a falta de conversa;ao Rui, para meter juízo na conversa; e à Celia, claro.

0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009