Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

o escritor: Daniil Kharms, 2

Mais uma tradução minha de um conto de Daniil Kharms escrito há 67 anos e dois dias.
A Conferência
Pushkov disse:
"O que é a mulher? Uma máquina de amor" - e foi esmurrado na cara imediatamente.
"Porquê?" perguntou Pushkov, mas, como não obteve resposta, continuou:
"Isto é o que eu penso: é preciso fazer a corte a mulheres rascas. As mulheres adoram, ainda que finjam que não".
Neste momento, Pushkov foi esmurrado na cara outra vez.
"O que se passa, camaradas? Muito bem, se é assim, não digo mais nada!", disse Pushkov, mas, depois de um quarto de minuto, continuou:
"As mulheres são todas feitas de modo a serem suaves e húmidas".
Neste momento, Pushkov foi mais uma vez esmurrado na cara. Pushkov fez de conta que não tinha reparado em nada e continuou:
"Se se empinar o nariz a uma mulher..."
Mas neste momento Pushkov levou uma pancada tão forte na cara que pôs a mão na face e disse:
"Camaradas, é absolutamente impossível conferenciar nestas condições. Se isto voltar a acontecer, eu não falo mais!"
Pushkov esperou um quarto de minuto e continuou:
"Onde é que íamos? Oh - sim! Portanto: as mulheres adoram olhar para si próprias. Elas sentam-se em frente ao espelho, completamente nuas..."
Mal disse a palavra, foi esmurrado na cara outra vez.
"Nuas", repetiu Pushkov.
Pum!, deram-lhe um estalo na cara.
"Nuas!", gritou Pushkov.
Pum!, deram-lhe um murro na cara.
"Nuas! Nuas por toda a parte! Mamas e cus!", gritou Pushkov.
Pum! Pum! Pum!, deram-lhe mais e mais murros na cara.
"Mamas e cus numa banheira!", gritava Pushkov.
Pum! Pum!, os murros caíam como chuva.
"Mamas e cus com uma cauda!", gritou Pushkov, rodando sobre si mesmo para evitar os murros.
"Freira nua!"
Mas nesse momento Pushkov foi atingido com tal força que perdeu a consciência e caiu no chão como se tivesse sido completamente eliminado.

12 de Agosto de 1940
Já disse que não há nada de Daniil Kharms editado em Portugal?

3 Comentários:

Anonymous vg disse...

Ahahah. Lindo.

3:50:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

caro amigo,

por acaso tenho uma obra "editada" pela marionet. adquiri-a aquando da exibição da excelente peça "três horas esquerdas" no tagv. tenta entrar em contacto com o mário montenegro, para saber se ainda têm o opúsculo à venda.

abraço,
hsd

2:16:00 da tarde  
Anonymous JPG disse...

Por acaso, na Bulhosa existe (disponibilidade a confirmar) "As Crónicas da Razão Louca".
ISBN 5349

Porventura não terá encontrado este livro, porque o nome do autor está grafado como Daniil Harms e não Kharms.

11:50:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009