Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

O crédito

PUBLICIDADE (ver)
Já escrevi em várias oportunidades anteriores que o crédito mal-parado, quer do lado da oferta, quer do lado da procura, pode ser um veneno corrosivo (as excepções não o são bem, porque fazem-se num quadro diferente) . O que estes senhores fazem é oferecê-lo ao nível empresarial e através de um site muito pouco sedutor.

O que resta dizer é que, ao contrário do que já me foi apontado, eu não tenho nada contra quem pede um crédito e muito menos contra quem fica numa situação desagradável por causa disso mesmo. Tenho, sim, algo contra o luxo e, mais ainda, contra o fabrico da necessidade, quer de um, quer de outro. Ora, eu reparo que, se os consumidores fabricam a necessidade de luxo (por definição, não necessário), as linhas de "crédito fácil" baseiam a actividade precisamente no fabrico da necessidade do crédito, num raciocínio muito semelhante, por exemplo, ao das TeleVendas. Como dizia o Jerry Seinfeld numa piada já clássica, quem é que nunca pensou enquanto via televisão às duas da manhã "eh pá, dava-me mesmo jeito aquela faca que corta sapatos"? A entrega de dinheiro anunciada como "sem perguntas, por telefone, na hora" cria o mesmo tipo de apetência: de certo modo, faz nascer no espectador a disponibilidade, até aí inexistente, de ponderar essa opção. E eu acho que isso não é legítimo.

1 Comentários:

Blogger Movimento Pela Net Mais Barata disse...

As empresas estão sempre a tentar lucrar com a necessidade e desespero alheios. Aproveitam a vulnerabilidade das pessoas. No caso da internet por exemplo a NEtcabo abusa de ser um monopólio e os clientes são super maltratados. cabe-nos a nós estar atentos e alertar.

5:23:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009