Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

blogs, expresso e paulo querido 3

Uma vez que parece que se feriram vaidades na blogosfera, vou esclarecer a minha posição em termos simples e rápidos:

1- A conversa de Paulo Querido com Pacheco Pereira é uma, a que ele teve comigo foi outra (começou aqui, continuou aqui e acabou aqui, sendo que eu e Paulo Querido trocámos ainda um par de e-mails breves sobre o assunto);

2- As minhas dúvidas relativamente ao artigo de Paulo Querido no Expresso eram duas: porque é que justificava a diminuição de representação da faixa intelectual com a diminuição de visibilidade dos blogs políticos (nunca pus em causa esta, apenas acho que "político" e "intelectual" são coisas diferentes); porque é que se elaborava um top 5 de blogs que não integrava aquele que Paulo Querido dizia ser "provavelmente o mais lido", o que era estranho;

3- Nunca formulei quaisquer juízos sobre o Hollywood e desafio qualquer um a ler o que escrevi e avaliar se faltei ao respeito a este ou a Miguel Lourenço Pereira;

4- Não me considero parte de uma "inteligentzia" ou de uma "divisão"; A Peste foi sempre um espaço pessoal, onde escrevo o que me apetece sobre o que me apetece; se, para Miguel Lourenço Pereira, isso é fazer parte de uma divisão, bom, isso é lá com ele;

5- O que concluí do esclarecimento que Paulo Querido me fez foi - e repito - que ele "elaborou um top 5 com base nos dados de um serviço [o Sitemeter] que não lhe permite arriscar mais do que conclusões gerais, mas adiantou o nome do blog possivelmente mais lido na blogosfera portuguesa com base num serviço [as estatísticas do Weblog.com.pt] que, sendo mais fiável, apenas dá dados quanto a um dos vários tipos de conta existentes na blogosfera portuguesa", o que ninguém ainda contradisse;

6- Não pus em causa Paulo Querido e a ponderação que faz dos dados disponíveis; simplesmente, a leitura do artigo deu-me a entender que esses mesmos dados teriam um maior nível de certeza do que aquele que realmente tinham;

7- Toda esta discussão acaba por ser, no fundo, os blogs a assumirem a função de "watchdogs" da imprensa. Não sei é se o Paulo Querido esperava a ironia de isso acontecer desta maneira em relação a um artigo em que ele escrevia isso mesmo.

2 Comentários:

Anonymous moStrenGo adamastoR disse...

Todos nós sabemos porque têm alguns blogues [e apenas esses] tanto destaque na imprensa e tantas visitas registadas nos tops oficiais!
Mas também sabemos que há blogues muito lidos, participados, interessantes [muito mais, até] que não figuram nessas mesmas tabelas dos lobbies.

12:50:00 da tarde  
Anonymous moStrenGo adamastoR disse...

O meu endereço é mais este.

12:51:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009