Este blog está encerrado.

O autor continua a publicar em http://jvnande.com.

Se quiser ler uma selecção de textos, clique aqui.

as sondagens 2

A nova sondagem da Universidade Católica leva-me mais uma vez a lembrar as palavras de Leonor Areal: porquê divulgar projecções eleitorais, em vez de dar os números da sondagem propriamente?. É que a estimativa de resultados eleitorais (distribuindo os indecisos) dá 52% a Cavaco, 19% a Alegre e 15% a Soares, mas os números brutos (contando os indecisos) são de 35% para Cavaco, 10% para Alegre e 9% para Soares, com 23% de indecisos. Ou seja: não parece nada impossível que os indecisos decidam uma segunda volta e nada impede que qualquer candidato da esquerda seja o adversário do Cavaco Silva nessa segunda volta. O tom cauteloso do editorial de hoje de José Manuel Fernandes no Público, talvez prevendo essa mesma discussão, deixa a entender isso mesmo.

2 Comentários:

Blogger Paulo Aroso Campos disse...

Os resultados brutos são os resultados retirados da amostra, cerca de 3000 pessoas escolhidas segundo critérios que estão explicados no artigo. Os resultados estimados surgem quando adequas os resultados da amostra à população recenseada e que poderá ir votar. Isso é sempre feito quando fazes sondagens, mesmo nos controlos de qualidade de empresas, em que não analisas toda a produção, apenas uma amostra e depois calculas os resultados estimados para toda a produção.
Referes que os indecisos podem ser significativos mas esqueces que normalmente há cerca de 5% de votos brancos e 2% nulos que não aparecem nas sondagens.
Espero ter clarificado qualquer coisa!
Saudações académicas!

3:56:00 da manhã  
Anonymous jorge disse...

Não é isso: os resultados anunciados são previsões dos resultados eleitorais, em que os indecisos são distribuídos normalmente de modo proporcional pelas várias candidaturas (o que não é, no entanto, prática geral: há quem o faça analisando a composição partidária da faixa de indecisos).

7:20:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

« Home | Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »
| Próximo »


jorge vaz nande | homepage | del.icio.us | bloglines | facebook | e-mail | ligações |

Novembro 2003 Dezembro 2003 Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009